Todo mundo já ouviu falar da Toxina Botulínica. Eu mesma já comentei sobre os “poderes” dessa toxina para atenuar cicatrizes.

Mas, afinal, o que é? Pra que serve e em quais outros casos posso usar a toxina botulínica?

Selecionei essas e outras dúvidas mais comuns e as respostas estão aqui:

O que é o Toxina Botulínica?

Existem vários produtos no mercado com diferentes nomes para a toxina botulínica, que só variam conforme a empresa que distribuiu essa toxina, como Botox – Allergan, Dysport, Galderma e Xeomin – Merz.

Essa toxina é derivada de bactérias e é utilizada desde os anos 1980 para fins medicinais.

Para que posso usá-la?

O uso mais comum da toxina botulínica é suavizar as rugas dinâmicas – ou seja, aquelas que ficam muito marcadas quando a gente movimenta os músculos da face, como as da testa e os pés-de-galinha.
Além disso, o tratamento geralmente é utilizado para fins como: levantar os cantos da boca, arquear as sobrancelhas, melhorar as rugas no colo e no pescoço, arrebitar levemente a ponta do nariz, disfarçar a gengiva aparente ao sorrir e melhorar as rugas do pescoço.
Além desses fins estéticos essa toxina também é usada para tratamentos de hiperidrose (suor excessivo), estrabismo, espasmos faciais, certos tipos de cefaleias (dores de cabeça) e cicatrizes logo após a retirada dos pontos.

A partir de que idade posso usar a toxina?

Mais importante do que a faixa etária é identificar se o paciente realmente precisa do tratamento. Hoje é muito comum pessoas procurarem esse tratamento a partir dos 23 anos, pois as rugas de expressão vão vincando a pele. Ao procurar um médico logo no início, pacientes bloqueiam as formações dessas rugas, para não precisarem fazer tratamentos mais agressivos posteriormente. Isso varia da necessidade de cada pessoa e suas expectativas. É sempre importante que paciente e médico cheguem a um consenso nestes casos.

Meu rosto vai ficar sem expressão?

A forma de usar essa toxina evoluiu muito com o passar dos anos, o que contribui para uma aparência mais natural. No entanto ainda é preciso tomar cuidado com a quantidade do material injetado em cada região, a técnica utilizada e o senso estético do dermatologista. Por isso é importante escolher um médico experiente no assunto. A aplicação da quantidade certa traz uma aparência jovem, natural e saudável.

A aplicação dói muito?

A maioria diz que a dor é suportável. É comum utilizar um creme anestésico antes das injeções, que são aplicadas com agulhas muito finas nas regiões dos músculos a serem paralisados. E ainda há a opção de utilizar um soro importado que diminui muita a dor.

Há efeitos colaterais?

São raros. O mais comum é a queda temporária da pálpebra, o que pode durar de quatro a seis semanas. Podem ocorrer também dores de cabeça e hematomas roxos nos pontos da aplicação.

Quando o resultado aparece?

Os sinais começam a surgir em três ou quatro dias, mas o resultado final aparece mesmo depois de uma semana.

Quanto tempo dura?

Isso varia dependendo da quantidade de toxina usada e também de cada paciente. A média é de quatro a seis meses.

Dica extra!

É importante não se deitar por um período de até 4 horas após a aplicação, evitar atividade física e não massagear o rosto com força ou rotineiramente.
Em resumo, sei que a toxina botulínica pode ser uma grande aliada na busca por uma aparência jovem e natural. O importante, acima de tudo é se sentir bem consigo mesma, por fora e por dentro!