Depois da minha gravidez fiquei com manchas, por quê?

O melasma é uma doença crônica desencadeada por fatores como: estímulo hormonal tipo anticoncepcional, preparo para fertilização in vitro, reposição pós menopausa ou gestação; estimulo dos raios UVA/UVB/UVC que aumentam a produção e distribuição do pigmento e inflamação local. É piorada por insônia ou luz forte nos olhos (pelo estimulo hormônio estimula pigmento) e calor local intenso e repetido (dilatação dos vasinhos locais). Pode ser do tipo superficial, profundo (dérmico) ou misto que é o mais freqüente deles.

É uma condição crônica e não tem cura ainda, pois a causa específica ainda está em estudo.

O tratamento tem que vir de dentro para fora através de foto proteção oral e antioxidantes, e de fora para dentro através do uso de filtro solar de largo espectro, cremes despigmentantes, peelings superficiais, laser não ablativo Lux 1540 nm, peeling Q switched Q5, luz pulsada Lux G.

Os tratamentos combinados são os de melhor resultado e mais duradouros, pois agem de maneira leve na maioria das camadas da epiderme além de agirem nos vasos e inflamação local. A manutenção do tratamento no caso de Melasma é imprescindível.